Informação

Psico-oncologia, o que é?

Psico-oncologia, o que é?


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Psicoc oncologia pode ser definida como o conjunto de contribuições profissionais, educacionais e científicas da psicologia para o estudo e tratamento de câncer.

O psiquiatra Jimmie Holland, fundador e promotor da psico-oncologia, diz que essa disciplina a cavalo entre psicologia e medicina Consiste em estudar as respostas emocionais em cada uma das etapas do paciente com câncer, seus familiares e profissionais de saúde envolvidos. Da mesma forma, ele considera que deve estudar os fatores psicológicos, comportamentais e sociais que afetam a morbimortalidade, insistindo na importância de atender à esfera psicológica, biológica e social da pessoa.

A importância da psico-oncologia

A figura do psico-oncologista está ganhando força em nossa sociedade por diferentes razões, entre elas encontramos:

  • O aumento de casos de câncer que ocorrem anualmente em nosso país, com a importância sócio-sanitária que isso implica.
  • Avanços nos tratamentos médicos, que permitem aumentar as taxas de cura e controle da doença, permitindo dizer que ter câncer não é sinônimo de morte.
  • A evidência de tratamentos psicológicos que mostraram como seus tratamentos são válidos para melhorar a qualidade de vida das pessoas com câncer, pois ajudam os pacientes a encontrar ferramentas para lidar e controlar os sintomas.

Funções do psico-oncologista

A psicoc oncologia é orientada para a abordagem psicológica de diferentes áreas:

  • A prevenção ou eliminação de maus hábitos e promoção de hábitos saudáveis ​​que reduzam o risco de câncer. A prevenção pode ser feita tanto em pessoas saudáveis ​​quanto em pessoas que apresentam fatores de risco, como o consumo de tabaco. Essa promoção da saúde pode ser realizada desde tenra idade com programas adaptados que permitam às gerações futuras tomar consciência de seus hábitos e da importância que têm no desenvolvimento de doenças.
  • Profissionais de psicoc oncologia estão presentes na equipe de aconselhamento genético oncológico.
  • Al abordagem da pessoa doente em cada uma das fases da doença, avaliação e intervenção (primeiro impacto emocional do diagnóstico, preparação para exames, psicoeducação, intervenções psicológicas durante os tratamentos para reduzir as respostas emocionais desadaptativas, melhoria da qualidade de vida, promoção de um correto desenvolvimento de recursos e estratégias de enfrentamento, redução problemas associados à doença e seus tratamentos, como náusea e vômito, intervenções em fim de vida e cuidados paliativos, intervenções orientadas à sobrevivência ...).
  • As intervenções psicológicas podem ser realizadas individualmente, em grupos, em grupos de apoio, familiares ou casais.
  • Ele também é capaz de responder às necessidades e desconforto dos membros da família que às vezes são sobrecarregados e carecem de recursos de enfrentamento A doença oncológica afeta a família como um sistema, é uma importante mudança de eventos e não é incomum que sejam feitas mudanças de papéis e rotinas. O fim da vida de um ente querido é um momento crítico em que o profissional de psicoc oncologia também está presente, orientando emocionalmente os familiares e oferecendo apoio e orientações para despedidas, desenvolvendo posteriormente um duelo saudável tem muito a ver com isso. . A preparação da morte e seu subsequente desenvolvimento são de responsabilidade do psicoc oncologista, uma vez que a morte após uma longa doença e exaustão física do membro da família é uma experiência extremamente impressionante. Em suma, esse profissional orienta seu trabalho com a família para melhorar sua coesão, comunicação e adaptação psicológica ao processo da doença favorecendo, por sua vez, a adaptação do paciente com câncer.
  • A equipe médica também é levada em consideração, por serem profissionais que enfrentam diariamente o sofrimento e a morte, situações de grande carga emocional que podem gerar sofrimento emocional e precisam de diretrizes e estratégias para seu manejo, fato que a psicoc oncologia é Encontrar a meio caminho entre psicologia e medicina significa que o psicoc oncologista deve ter treinamento específico sobre aspectos médicos e psicológicos da doença e seus tratamentos, além de uma comunicação fluida e contínua com a equipe médica. O tratamento do paciente com câncer deve ser realizado sob uma perspectiva multidimensional e multidisciplinar.

Além de todas essas funções, o psicoc oncologista também pode realizar tarefas de ensino e pesquisa, tarefas de ensino são fundamentais para o desenvolvimento dessa profissão, pois transmitem sua importância e colocam outros profissionais em contato com a disciplina.